A Formação do Novo Trabalhador Frente à Reestruturação do Trabalho e da Produção

Márcia Naiar Cerdote Pedroso

Resumo


Esta pesquisa aborda as transformações ocorridas no mundo do trabalho, nas últimas décadas, em função da profunda reestruturação produtiva do capital. A reestruturação tem por base a introdução massiva de novas tecnologias e inovações na gestão do trabalho e da produção bem como a racionalização da produção na busca de novas técnicas em constante aperfeiçoamento visando a níveis cada vez mais sofisticados de formação da força de trabalho. O objetivo deste é analisar a introdução dos novos métodos produtivos e seus reflexos na formação do trabalhador na qual passa a ter grande relevância o conhecimento, os saberes e a competência dos trabalhadores para atuar nesse novo paradigma produtivo. Porém, esse processo não é homogêneo, uma grande parte dos indivíduos não possui acesso ao conhecimento e à formação necessários para fazer frente às novas exigências impostas pelo novo paradigma.


Palavras-chave


Avanço tecnológico; reestruturação do trabalho; formação do trabalhador

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)