A Discriminação de Vítimas de Acidente do Trabalho ou de Doença Ocupacional: Uma Situação de Invisibilidade Social Potencializada

Maria Cecília Butierres, Jussara Maria Rosa Mendes

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir a discriminação de vítimas de acidente do trabalho ou de doença ocupacional. Desenvolve-se a ideia de que a discriminação de trabalhadores, adoecidos em razão do trabalho, refere-se a uma injusta diferenciação em que são criadas distinções, humilhações e obstáculos em razão do estado de saúde desses trabalhadores. De forma que tais trabalhadores poderão ser considerados duplamente vítimas: do próprio acidente do trabalho/doença ocupacional e, também, de atos discriminatórios. Procura-se demonstrar que se trata de uma situação de invisibilidade social potencializada, em que a debatida invisibilidade social dos acidentes do trabalho/doenças ocupacionais multiplica-se com a invisibilidade social da discriminação engendrada contra esses trabalhadores.

Palavras-chave


Acidente do Trabalho; Doença Ocupacional; Discriminação; Invisibilidade Social

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)