A experiência escandinava de proteção socialdemocrata: um caso emblemático

Camila Potyara Pereira

Resumo


Aborda-se, neste ensaio, uma experiência de proteção social, considerada exemplar – a escandinava – tendo à frente a “via média” ou terceira via socialdemocrata sueca. Tecem-se, inicialmente, considerações sobre o poder de sedução dessa modalidade de intervenção social para, em seguida, apontar aspectos pouco divulgados sobre a sua aderência consentida ao capitalismo e ao individualismo. Sem desconsiderar a qualidade do padrão de democracia nórdica, compartilhada ciosamente pelos cinco países que compõem a Escandinávia (Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia e Islândia), ressalta-se que essa democracia é eminentemente endógena, sujeita a infiltrações, já verificadas, de extremismos de direita.

Palavras-chave


proteção social escandinava; Via Média; capitalismo; democracia liberal-burguesa

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Qualis: B2 (Serviço Social), B5 (Direito), B2 (Interdisciplinar) e B4 (Enfermagem)