A opção da variedade de Espanhol por professores em serviço e pré-serviço

Valesca Brasil Irala

Resumo


Este estudo investiga o ensino de Espanhol como Língua Estrangeira (E/LE) através da visão de professores e futuros professores a respeito da variante a ser adotada para o ensino de E/LE (Qual variante é preferida para ministrar as aulas? Qual é considerada mais apropriada para a região pesquisada - interior do Rio Grandedo Sul, quase fronteira com o Uruguai? Que percepções podem ser inferidas a partir das respostas?). Os resultados mostram que muitas justificativas são construídas sem base em estudos lingüísticos, já que estão baseadas mais no senso comum do que em conceitos científicos, como seria o esperado. É possível depreender, com este estudo, que melhorias no ensino de Espanhol como língua estrangeira são necessárias, principalmente considerando alguns pontos de vista de professores em serviço.

Palavras-chave


Espanhol como língua estrangeira, variação, prática do professor

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.