A influência do “outro” no extremo sul do Brasil: uma análise semiótica da cidade de Pelotas através da mídia impressa em sua Belle Époque

Fabiane Villela Marroni

Resumo


Mudanças nos valores e costumes da população burguesa europeia, no final do século xix e início do século xx, foram logo assimiladas no Brasil. Uma visão de mundo que se enunciava com marcas de um outro, em um período eufórico, num discurso de modernidade, de mudanças no modo de vida de uma parcela da sociedade. Ideias de progresso e civilização divulgadas pela imprensa e ancoradas em sua Belle Époque. Utilizando como base teórica e metodológica a teoria da semiótica discursiva, este trabalho tem como objetivo um breve estudo exploratório da mídia impressa em Pelotas a partir do final do século xix, para entender o processo de transformação da cidade, que atingiu, também, a imprensa.


Palavras-chave


Semiótica Discursiva; modos de vida; mídia impressa; Belle Époque; Pelotas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.