Oficina de Escrita: uma proposta de aprendizagem cooperativa de produção textual

Ada Magaly Matias Brasileiro

Resumo


No presente artigo, realiza-se uma descrição crítica de experiência exitosa vivenciada com o ensino da produção de texto na Educação Básica com o objetivo de apresentar e analisar o funcionamento da metodologia de Oficina de Escrita como uma proposta didática de aprendizagem cooperativa. Constituída em fases de produção, leitura, reflexão e reconstrução textual, tal proposta é sustentada pelos princípios do Interacionismo Sociodiscursivo, que tomam a língua como atividade interacional de sujeitos sociais, voltados para determinadas finalidades. O estudo adota uma perspectiva qualitativa e finalidades explicativa e metodológica, esclarecendo o processo da oficina e suas interfaces com a aprendizagem cooperativa. As considerações finais vislumbram a Oficina de Escrita como uma alternativa didática capaz de auxiliar no processo de construção de autoria e na redução de deficiências de alunos na Educação Básica. Sela, assim, o compromisso de oferecer alguma contribuição no âmbito da didática da escrita.

Palavras-chave


Oficina de Escrita; Didática da Escrita; Produção de Texto; Interacionismo Sociodiscursivo; Aprendizagem Cooperativa.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.