O Ensino da Língua Portuguesa – origens e relações

Moisés José Rosa Souza, Nair Ferreira Gurgel Amaral

Resumo


Resumo: Este artigo trata do ensino da Língua Portuguesa no Brasil. Para isso, retoma criticamente as origens do idioma trazido pelos portugueses e expõe as relações do Português com outras línguas, sobretudo a partir das reformas implantadas por Marquês de Pombal, no século XVIII. Reflete o percurso político-ideológico a que o ensino esteve sujeito até o final do século XX, com os Parâmetros Curriculares Nacionais, em 1998. Esta pesquisa fundamentou-se numa revisão bibliográfica e a abordagem analítica ampara-se nos aspectos qualitativos, discutida à luz do que os teóricos disseram. Deste estudo, foi possível reler o passado do ensino do Português e reconhecer as etapas por que passou. Refletir sobre isso, possibilitou compreender que houve avanços nesse ensino, principalmente no que se refere à superação do aspecto puramente gramatical para um mais voltados às práticas de linguagem. Avanços houve, mas muito, ainda, precisa ser feito para que o ensino alcance uma dimensão que considere a língua organismo vivo, dinâmico e social, longe das amarras perpetradas gramática normativa.


Palavras-chave


Língua Portuguesa; Ensino; Gramática; Práticas Linguísticas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

Qualis: A1 (Letras)

ISSN (impresso):1415-1928

ISSN (digital): 1983-2400

Indexadores: Modern Language Association of America, Cambridge Scientific Abstracts, Latindex, EBSCO Publishing e Linguistics Abstracts.